Beatriz

Meu nome é Beatriz, tenho 52 anos, sou casada, tenho dois filhos e sou, com muito orgulho, voluntária. Quando eu tinha 38 anos, recebi o diagnóstico de câncer de mama.


Fiz mastectomia radical com reconstrução imediata do abdome.
Naquele momento não pensei em nada, se eu iria viver ou se iria morrer. Eu não conseguia assimilar aquela notícia que estava com câncer. Parecia que não era comigo. Sabe? Quando saí do hospital, parei para pensar e acabei me revoltando com Deus. Pedi tanto para Ele me dar o dom de ser mãe e agora que eu os tenho Deus quer me levar e não quer me deixar acompanhar o crescimento deles.


No processo de quimioterapia, perdi os cabelos e pra mim essa foi a pior fase do tratamento. Mas também durante todo esse processo, eu me conheci como gente, descobri que dentro de mim existia uma força que eu não conhecia. Enfim, voltei a estudar e fiz faculdade. Me tornei voluntária e fundei a Associação Rosa Mulher.


Em todos os momentos, eu sempre procurei me apoiar nos meus filhos, no meu marido e na minha família. Isso me dava muita vontade de viver e era algo que me encorajava pra continuar lutando. Eu só queria lutar e vencer. Onde iria parar? Eu não sabia, mas eu queria continuar viva e poder ver meus filhos crescerem e terem também suas famílias.
O câncer não me venceu, eu o venci!


Mensagem para as mulheres:


“Tenha muita força, não vai ser fácil. Pelo contrário: Vai ser muito difícil. Mas, quando você está junto, por mais difícil que seja a situação, tudo se torna mais fácil.”
(Leandro D. Sakano – filho)


“É uma situação difícil, mas temos que lutar juntos e viver juntos. Acho que um deve ajudar o outro, pois sozinho a gente não vai a lugar algum. Sempre temos que ter a força de um ajudando o outro.”
(Rafael D. Sakano – filho)

Siga

  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle

​© 2019 por Yukari Design.