Maria Marieta da Silva

Meu nome é Maria Marieta, tenho 68 anos, sou dona de casa, casada e tenho três filhos.

 

Em 2000 tive o câncer de mama esquerda e em 2008 na mama direita. Quando eu e minha família recebemos o diagnóstico, ficamos meio desesperados. Na véspera da cirurgia consultamos outro médico para ter certeza do veredito. O resultado foi o mesmo: Câncer de mama. Na cirurgia, fui para remoção de apenas um nódulo, mas acabei removendo toda a mama e os gânglios da axila. Para minha família, esse foi o momento mais difícil de lidar. Uma das pessoas que mais me deu apoio foi o meu irmão, mas no dia em que recebi alta do hospital, ele foi assassinado. Foi um momento muito difícil, mas me mantive forte. Em nenhum dos dois casos precisei fazer quimioterapia. No primeiro fiz apenas radio, e no segundo, apenas usei algumas medicações. Eu dizia sempre para mim mesma que o câncer eu havia removido e se Deus me deu oportunidade de continuar a viver, então queria viver bem!

 

O mais importante é sempre contar com apoio da família.

 

“É muito importante a postura da pessoa perante a doença, e a minha mãe sempre foi muito positiva. Ela é um grande exemplo para outras mulheres.”

(Glaucia Roberta Silva – Filha)

“Quando aconteceu a cirurgia, uma das coisas que eu não esqueço foi que minha mãe falou que ela tirou uma parte do corpo que amamentou os três filhos. O processo foi inverso, foi ela que sempre deu força pra gente.”

(Ivo Silva – Filho)

Siga

  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle

​© 2019 por Yukari Design.